Centro de Produções Técnicas

Os benefícios do biocarvão para o solo


Segundo os pesquisadores, a utilização do biocarvão é uma alternativa viável e vantajosa para reposição de matéria orgânica no solo

beneficios do biocarvao para o solo producao de biodiesel Os benefícios do biocarvão para o solo

A exploração do solo na agropecuária tem reduzido o volume de matéria orgânica de decomposição lenta. Embora o uso da palhada no sistema integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) seja uma boa alternativa para repor os elementos orgânicos no solo, muitos pesquisadores têm buscado outros meios mais eficazes e modernos, como o uso de biocarvão (biochar) resultante da pirólise de resíduos vegetais.

No último Encontro Brasileiro de Substâncias Húmicas e Matéria Orgânica Natural, realizado na Embrapa Agrossilvipastoril (MT), os mais renomados especialistas do país abordaram temas que envolvem os benefícios da matéria orgânica para a fertilidade dos solos tropicais. Dentre eles, a retenção de nutrientes essenciais e água, bem como a melhora da estrutura física, que favorece significativamente a atividade microbiana.

Segundo os pesquisadores, a utilização do biocarvão é uma alternativa viável e vantajosa para reposição de matéria orgânica no solo. Entretanto, devem ser realizadas mais pesquisas para avaliar o volume de biochar a ser aplicado no solo e quais os resultados. Nos estudos, também “devem ser considerados o clima e o tipo de solo para um melhor entendimento da dinâmica do biocarvão”, afirma Déborah Dick, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Já Etelvino Novotny, pesquisador da Embrapa Solos, sugere alguns cuidados na utilização do biocarvão. Segundo o especialista, desde o início das pesquisas com o biochar até o momento, houve muitos avanços com resultados bastante promissores. Entretanto, devem ser feitos estudos dos efeitos do produto ao meio ambiente e aos seres humanos para garantir total segurança do material.

Como o biochar é um produto relativamente complexo, quando comparado aos fertilizantes convencionais, há muito a fazer para que o produto seja recomendado ao produtor rural com o máximo de garantia. Até o momento, nem mesmo a dosagem foi definida. Doses elevadas de biocarvão (por hectare) torna inviável sua utilização. Mas associado a outros materiais o biochar pode gerar resultados surpreendentes.

Em breve, os próprios produtores rurais serão capazes de produzir biocarvão com restos vegetais, como casca de coco ou bagaço de cana. Tudo com apenas um tambor de metal enterrado no solo, vedado com barro, composto por sistema controlado de ventilação. Desenvolvida por pesquisadores, a ferramenta realiza a pirólise com custos reduzidos, ressalta Antonio Mangrich, professor da Universidade Federal do Paraná.

É importante ressaltar que a pirólise transforma quimicamente a matéria orgânica natural (cascas de frutas e bagaços) em matéria orgânica inerte e estável. O processo facilita a retenção de carbono e água no solo, além de aumentar o seu potencial de fertilidade.

Fonte: Canal Rural.

Confira o artigo “Conheça a agricultura revitalizadora de ecossistemas” e aprimore ainda mais o seu conhecimento.


Você também vai gostar de ler:


Deixe seu Comentário

Marque a caixa abaixo para validar seu comentário

 

Cursos de Agroindústria

CPT - Centro de Produções Técnicas

Quer Facilidade?

Ligamos para você!


Cursos de Meio Ambiente

CPT - Centro de Produções Técnicas