Centro de Produções Técnicas

Inajá é nova semente para produção de biodiesel


Pesquisa desenvolvida pela Embrapa de Roraima indicou que a palmeira oleaginosa é capaz de produzir 3690 litros de diesel por hectare ao ano

inaja embrapa 250x250 Inajá é nova semente para produção de biodiesel

Sementes de inajá foram aprovadas pela Embrapa como produtoras de biodiesel

Um estudo desenvolvido pela Embrapa de Roraima apresentou o inajá, planta oleaginosa nativa da região amazônica, como fonte produtora de biocombustível. Os resultados das pesquisas revelaram que a palmeira é capaz de gerar 3690 litros de diesel por hectare ao ano. Esse valor supera, em produtividade, outras fontes tradicionais de biocombustível.

A demanda por combustíveis verdes está cada vez maior. De acordo com o pesquisador Otoniel Ribeiro Duarte, que elaborou sua tese de doutorado com enfoque no potencial energético do inajá, “um excelente aspecto é que ele é pouco exigente em solos e tolera até inundações por períodos curtos. Temos observado seu desenvolvimento e a produtividade expressiva em solos quimicamente pobres e, ainda, a vantagem de ser uma planta resistente ao fogo”.

O professor Dr. Paulo Anselmo Ziani Suarez, no curso Produção de Biodiesel, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, salienta que devido a grande biodiversidade, ao seu clima diversificado e às suas condições de terra, o Brasil possui inúmeras fontes de óleos vegetais que poderão ser usadas para a produção de biodiesel. “Diante disso, é importante lembrar, também, que os padrões de qualidade para o biodiesel e suas misturas foram regulados pela Agência Nacional de Petróleo, pela Resolução ANP nº 42, de 24 de novembro de 2004. Essa medida foi importante pelo fato de possibilitar o uso de diferentes fontes de óleo vegetal”, destaca o professor, engenheiro químico e doutor em ciências dos materiais da UNB.

É esperado que em um futuro próximo, o biodiesel deverá se tornar uma das principais fontes de divisas do Brasil. Isso somado ao álcool como fonte de energia renovável e sustentável. Dessa forma, o “biodiesel verde” é uma importante alternativa não só para que o transporte ambientalmente sustentável seja desenvolvido no país, mas também como provimento de melhorias na economia e sociedade.

A Petrobras já assinou um contrato de parceria com a prefeitura de Mucujaí para a construção de uma usina para a produção de biodiesel a partir do inajá.

Texto de: Ariádine Morgan

Você também vai gostar de ler:

Tags:

Deixe seu Comentário

Marque a caixa abaixo para validar seu comentário

 

Cursos de Agroindústria

CPT - Centro de Produções Técnicas

Quer Facilidade?

Ligamos para você!


Cursos de Meio Ambiente

CPT - Centro de Produções Técnicas