Centro de Produções Técnicas

Técnicas de plantio da mamona para a produção de biodiesel


A mamona vem despontando como uma promissora fonte para a fabricação de combustível

produ%C3%A7%C3%A3o de mamona 300x200 Técnicas de plantio da mamona para a produção de biodiesel

A boa germinação das sementes depende da temperatura e umidade do ar e está também relacionada à profundidade de plantio

A melhor época para o plantio da mamona é determinada pela temperatura, distribuição de chuvas, luminosidade e o ciclo da cultivar. Sendo assim, o melhor período é o de início das chuvas. A mamona plantada nesse período terá boa germinação, com bom stand e condições favoráveis ao desenvolvimento inicial das plantas.

Havendo distribuição razoável de chuvas, a cultura não sofrerá déficit hídrico durante o período de floração e frutificação. O mesmo é válido para a temperatura. Baixas temperaturas no período de frutificação reduzem sensivelmente o teor de óleo na semente.

Nívio Poubel Gonçalves, professor do curso Cultivo e Processamento de Mamona, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, recomenda o plantio de sementes certificadas e de boa procedência. Deve-se evitar o plantio de sementes com defeito, chochas, ardidas e que apresentem ferimentos devido ao beneficiamento.

A boa germinação das sementes depende da temperatura e umidade do ar e está também relacionada à profundidade de plantio, que varia em função do solo. Em solos mais arenosos, o plantio dever ser mais profundo, de 6 a 8 cm dentro do sulco ou na cova. Esse procedimento favorecerá o melhor aproveitamento da umidade do solo. Em solos mais argilosos, que tendem a reter mais umidade, o plantio deve ser realizado em uma profundidade de 4 a 5 cm. Em qualquer caso de plantio, a semente deve ser coberta com uma leve camada de terra.

Para determinar o espaçamento e a densidade de plantio, deve-se considerar o porte da cultivar, a fertilidade do solo, a adubação que será realizada e o sistema de plantio, que pode ser solteiro, consorciado, em fileiras simples ou em fileiras duplas.

Para o plantio solteiro é recomendado o espaçamento de acordo com o porte da cultivar.

Porte Anão: 1,0 m entre fileiras e 1,0 m entre plantas (10.000 plantas/ha).

Porte Médio: 1,5 m entre fileiras e 1,2 m entre plantas (5.555 plantas/ha)

Porte Alto: 3,0 m entre fileiras e 1,0 m entre plantas (3.333 plantas/ha).

No plantio consorciado são cultivadas duas ou mais culturas numa mesma área. Essa prática é muito empregada por pequenos produtores para melhorar a utilização dos recursos e assegurar a diversidade de alimentos. Para o consórcio com a mamona, as espécies recomendadas são: feijão, caupi, soja, algodoeiro herbáceo, abóbora e milho. No plantio consorciado deve-se utilizar o sistema de fileiras duplas. Exemplo: mamona/feijão – 4,0 m entre fileiras duplas; 1,30 m entre as duas fileiras; 1,0 m entre as plantas. Entre as duas fileiras duplas serão plantadas cinco linhas de feijão, guardando entre si a distância de 0,5 m e 1,0 m de cada lado das fileiras de mamona.

Por: Virgínia Maria de Araújo



Você também vai gostar de ler:


Deixe seu Comentário

Marque a caixa abaixo para validar seu comentário

 

4 Comentários

  1. GOSTARIA DE SABER MAIORES INFORMAÇÃO ,QUANTO AO MELHOR PERIODO PARA PLANTAÇÃO DE MAMONA NA REGIÃO DA BAHIA.

    1. Olá Simplício,

      A Bahia é o maior produtor de mamona do país. O estado precisa de chuvas regulares para não sofrer com os problemas provenientes da seca.

      Muitas plantações de mamona estão localizadas na região de Irecê, que fica no noroeste da Bahia. São 57,5 mil hectares em 19 municípios, a maior área plantada do estado, que responde por 80% da produção.

      CALENDÁRIO AGRÍCOLA DA BAHIA PARA A MAMONA

      FASES
      PREPARO DO SOLO – SET/NOV
      PLANTIO – OUT/DEZ
      COLHEITA – ABR/OUT
      COMERC. – ABR/DEZ

      MÊS DE MAIOR CONCENTRAÇÃO
      PLANTIO – NOV
      COLHEITA – SET/DEZ
      COMERC. – SET/DEZ

      Fonte: Conab / MAPA

  2. gostaria de saber qual é a parceria da Petrobras com a produção do óleo da mamona e se tem algum incentivo federal pra quem quer iniciar (aplicar algum investimento)um plantio de mamonas e pinnhâo para produzir sò as sementes;muito grato e aguardo respostas

    1. Desde 2010, todo o diesel comercializado no Brasil contém uma mistura de 5% de biodiesel, que é um combustível produzido a partir de plantas oleaginosas cultivadas no Brasil, como soja, algodão, palma, mamona, girassol e canola, bem como de gordura animal e óleos residuais de fritura.

      A Petrobras Biocombustível possui três usinas próprias de biodiesel, em Candeias (BA), Quixadá (CE) e Montes Claros (MG), e duas em parceria, em Marialva (PR) e Passo Fundo (RS).

      Todas as usinas possuem o Selo Combustível Social, concedido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário aos produtores de biodiesel que promovam a inclusão social e o desenvolvimento regional.

      Fonte: Petrobras

Cursos de Agroindústria

CPT - Centro de Produções Técnicas

Quer Facilidade?

Ligamos para você!


Cursos de Meio Ambiente

CPT - Centro de Produções Técnicas