Centro de Produções Técnicas

Em 10 anos a produção de biomassa será duplicada


A fabricação de energia a partir da cana de açúcar deve dobrar no Brasil

baga%C3%A7o de cana 300x233 Em 10 anos a produção de biomassa será duplicada

O volume do bagaço de cana representa cerca de um terço da produção de cana-de-açúcar no Brasil

Das 440 usinas sucroalcooleiras, apenas 90 comercializam energia produzida pelo bagaço da cana de açúcar, ou seja, elas produzem apenas o necessário para a subsistência. Luiz Gonzaga Bertelli, diretor da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, afirma que para que estas usinas passem a comercializar a energia, é necessário contar com incentivos governamentais.

Atualmente é produzido no Brasil 4.496 MW de energia utilizando resíduos da indústria sucroalcooleira, mas a expectativa é que esse número chegue a 9,163 MW até o fim da década. A União das Indústrias de Cana-de-Açúcar (Unica) está confiante e acredita que a produção chegue a 13.150 MW, montante superior ao que é produzido na Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Segundo a Companhia Paulista de Força e Luz, que está atenta ao crescimento do mercado, o bagaço da cana será a matéria-prima usada na produção de 400 MW de energia, em um parque que produzirá 1.505 MW de energia renovável.

O uso do bagaço de cana possui várias vantagens: a sua safra ocorre no período de seca, ocasião em que as usinas hidrelétricas estão operando em baixa capacidade; existe a possibilidade de comercializar crédito de carbono; e os investimentos para a sua produção são reduzidos, se comparados a outras energias limpas.

Por: Virgínia Maria de Araújo

Para obter mais informações sobre o tema acesse: http://www.producaodebiodiesel.com.br/meio-ambiente/bombonas-ecologicas-producao-cana-de-acucar-biodiesel-biocombustivel



Você também vai gostar de ler:


Deixe seu Comentário

Marque a caixa abaixo para validar seu comentário

 

Cursos de Agroindústria

CPT - Centro de Produções Técnicas

Quer Facilidade?

Ligamos para você!


Cursos de Meio Ambiente

CPT - Centro de Produções Técnicas