Biocombustíveis terão maior destaque na matriz energética do Brasil

Biocombustíveis terão maior destaque na matriz energética do Brasil. O projeto RenovaBio surgiu em prol do reconhecimento do importante papel dos biocombustíveis na matriz energética do Brasil

O projeto RenovaBio surgiu em prol do reconhecimento do importante papel dos biocombustíveis na matriz energética do Brasil

Biocombustíveis terão maior destaque na matriz energética do Brasil

Segundo autoridades do Ministério de Minas e Energia (MME), o plano RenovaBio é um grande passo para o país. Como cerne principal, ele apresenta uma agenda microeconômica, estrategicamente planejada, para impulsionar os investimentos no setor e gerar empregos no país. As estimativas indicam  uma produção de 100 bilhões de litros anuais de bioquerosene, biogás, etanol, biodiesel (e outros) até 2030.

“O biodiesel para motores do ciclo diesel, por exemplo, é produzido a partir de óleos vegetais ou de gorduras animais. Ele faz parte da matriz energética brasileira e conta com o apoio e o incentivo do governo. Mas a meta se estende a todos os tipos de biocombustíveis”, afirma Paulo Anselmo Ziani Suarez, professor do Curso a Distância CPT Produção de Biodiesel na Fazenda, em Livro+DVD e Online, da Área Biocombustíveis.

O projeto surgiu em prol do reconhecimento do importante papel dos biocombustíveis na matriz energética brasileira. Seja ele para garantir a segurança energética do país, seja ele para consolidar as ações - que contribuem com a redução de emissões de gases do efeito estufa na atmosfera terrestre. Mas ao contrário de outras medidas, o RenovaBio não cria novos impostos sobre subsídios ou mandatos volumétricos de adição de biocombustíveis a combustíveis.

Na verdade, o RenovaBio garante uma perspectiva favorável ao mercado de combustíveis no Brasil, ao permitir maior eficiência energética, além de reduzir as emissões de gases nocivos ao meio ambiente, em toda a cadeia produtiva de biocombustíveis, bem como na comercialização e no uso desses produtos. Embora a meta estimule a expansão dos biocombustíveis no país, a competitividade com os combustíveis fósseis ainda continua.

Entretanto, devem ser garantidas a segurança do abastecimento e a proteção dos interesses dos consumidores em relação à oferta, à qualidade e ao preço. Além disso, as normas - que regulamentam os biocombustíveis na matriz energética do Brasil, devem ser compatíveis com as necessidades de planejamento e investimento por parte dos setores privado e público.

O RenovaBio veio para garantir aos brasileiros maior sustentabilidade econômica, ambiental e social. Ele foi criado em prol do desenvolvimento de soluções que tornem mais eficientes, não apenas as indústrias de biocombustíveis do setor agrícola e industrial, como também as empresas de comercialização do produto ao consumidor final. E tudo com redução de custos e prazo.

Fontes: Notícias Agrícolas e Ministério de Minas e Energia.

Confira o artigo "Aumento do etanol na gasolina é previsto para 2017" e aprimore ainda mais o seu conhecimento.

Administrador 16-01-2018 Biodiesel

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.