Centro de Produções Técnicas

Arquivo de julho, 2011


A pesquisa utiliza a levedura da espécie Saccharomyces cerevisiae, que faz a conversão da sacarose em etanol

 

etanol rendimento pesquisas 150x150 Melhoramento genético aumenta em 11% rendimento do etanol

O setor sucroalcooleiro vem pesquisando massivamente formas de atender tanto às demandas internas como às de exportação.

O Brasil vive um grande desafio: aumentar sua produção de etanol. Por isso, o setor sucroalcooleiro vem pesquisando massivamente formas de atender tanto às demandas internas como às de exportação.

Uma pesquisa que está ganhando destaque faz parte de um projeto realizado por estudiosos da USP – Universidade de São Paulo, em parceria com a UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina e com a instituição holandesa Delft University of Technology. Esse trabalho apresenta o melhoramento genético como uma alternativa de grande potencial para o crescimento da produção do biodiesel.

 

Com a nova geração da “gasolina verde” o programa científico almeja otimizar a performance dos motores térmicos multicombustíveis

peugeot citroen biocombustivel1 150x150 Peugeot Citroën e PUC – RJ se unem para pesquisas sobre biocombustíveis

A empresa e o grupo de pesquisadores têm como foco principal a conquista de uma mobilidade cada vez mais sustentável.

A Universidade Corporativa da PSA Peugeot Citroën firmou, este mês, uma parceria com a Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro, a fim de pesquisarem sobre as estruturas dos biocombustíveis e da combustão. Com a nova geração da “gasolina verde” o programa científico almeja otimizar a performance dos motores térmicos multicombustíveis.

Além dessas metas, essa união pretende criar uma cadeia de ensino sobre o tema biocombustíveis e sua utilização no setor automobilístico. A empresa e o grupo de pesquisadores têm como foco principal a conquista de uma mobilidade cada vez mais sustentável.

 

O etanol brasileiro é aprovado para comercialização nos 27 países pertencentes ao bloco econômico

certificacao biodiesel1 250x216 União Europeia cria sistemas de certificação de biocombustíveis

O etanol brasileiro possui a sustentabilidade exigida pelas novas regras da UE.

Na última semana, foram aprovados pela União Europeia sete sistemas de certificação voluntária. Esses serão usados para garantir que os biocombustíveis estão sendo produzidos de forma sustentável, ou seja, não prejudicam a biodiversidade global. Os combustíveis verdes são essenciais para o projeto do bloco econômico de reduzir em 20% as emissões de carbono até 2020.

Com essas mudanças, a empresa britânica Greenergy anunciou que conseguiu a aprovação da União Europeia para a comercialização do etanol brasileiro aos 27 países do bloco. A Comissão Europeia respondeu à impressa que concluiu que o produto do Brasil possui a sustentabilidade exigida pelas novas regras e, por isso, liberou a transação econômica.

 
bioetanol 250x180 Etanol, melhor biocombustível

Etanol emite 90% menos gases poluentes e ainda pode ser misturado à gasolina.

O álcool combustível, agora chamado de etanol, é limpo e renovável, considerado o mais bem sucedido entre os biocombustíveis (biodisel, biogás, biometanol, óleo vegetal, entre outros). Extraído da cana-de-açúcar, milho ou mandioca, emite 90% menos gases poluentes que os combustíveis fósseis e ainda pode ser misturado à gasolina.

O Brasil é o país com tecnologia mais avançada nas pesquisas e produção do bioetanol. As primeiras experiências nacionais com o combustível datam de 1927, motivadas pela crise industrial e agrícola internacional no pós-guerra. Na época, toda gasolina era importada dos Estados Unidos; por isso, ter um combustível fabricado no país significava economia de divisas e certa independência energética.

 
veiculos biodiesel 250x115 Veículos apostam no biodiesel

Os produtores de veículos estão realmente pensando no meio ambiente e na melhoria do ar.

Os produtores de veículos estão realmente pensando no meio ambiente e na melhoria do ar. Depois dos ônibus, que já estão em circulação, agora caminhões e aviões utilizam biodiesel como parte do combustível.

Nos próximos meses, caminhões começarão os testes para avaliar os níveis de emissões de poluentes, o desempenho e a durabilidade. O presidente da MAN América Latina, Roberto Cortes, afirmou que sua montadora tem como objetivo oferecer mais alternativas de combustíveis renováveis, e que vê no Brasil um potencial mercado de veículos comerciais, com abundância de matérias-primas.

 

Cursos de Agroindústria

CPT - Centro de Produções Técnicas

Quer Facilidade?

Ligamos para você!


Cursos de Meio Ambiente

CPT - Centro de Produções Técnicas